sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Bom Natal & Próspero Ano Novo

Hyvää Joulua ja Menestystä Vuodelle 2009







n a s c i m e n t o

e s p e r a n ç a



h u m a n i d a d e



humildade



generosidade

f o r t a l e z a ordem


respeito



g r a n d e z a

individualidade











segurança


s e r e n i d a d e

t e m p e r a n ç a


p r o g r e s s o

j u s t i ç a


integridade





l i b e r d a d e

f e l i c i d a d e



p r u d ê n c i a


f r u g a l i d a d e


c o n f o r t o





g r a ç a


s a ú d e











c o e r ê n c i a












b e l e z a

f r a t e r n i d a d e

s o l i d a r i e d a d e
d i f e r e n ç a

i g u a l d a d e
m e m ó r i a


g e n t i l e z a














l u z




















t o l e r â n c i a



a m i z a d e










e d u c a ç ã o


c o m p a i x ã o





a m o r
t r a b a l h o


ética




p r a z e r



decência






s o r t e










e q u i l i b r i o











c o n h e c i m e n t o



humor

d e s c a n s o



im a g i n a ç ã o
c o r a g e m

pertinência















s o n h o s


d e s e j o s






















quarta-feira, 18 de junho de 2008

transform



















time to return into the gift paths of space as no much is need for creation...

possible , just a few scratches

on papers of sadness


Spining life, beings and creatures



















































domingo, 11 de maio de 2008

queima das fitas

e 16 de Maio 1985
... as palavras por dizer


Muitas,
dos lugares,
da saída da mãe com a malinha,
dos recados, da luz do quarto na visita,
dos sorrisos e de ti pequeníssimo
num sono satisfeito.

Logo depois foi a ida ao campo
com a mana.
Um céu de primavera, alta
azul e vermelho,
dois cavalos inchados
num carro azul na mala,
um boneco de companhia,
numa fotografia do monte
ali prá igrejinha.

Deste-me a tarde, do teu primeiro dia
feliz . E depois
outros dias.

Meu prudente...
diz, diz, diz sempre.
O mais importante é dizer,
e embora não pareça,
eu sempre ouvi
e oxalá, eu te consiga dizer
todas as palavras importantes
mesmo, as das coisas
ainda não dizíveis.

Com o atraso habitual
e após a queima.
Guarda os teus avós
e todos.



Que a marca pelo fogo
sirva de medida
no estirar da fita
e que ela seja o teu caminho
no tempo e no mundo.
Lembra-te.
Quanto mais
a estenderes
mais estreito fica o caminho
de terra e de luz